Sobre o MHI


A indústria que faz a cadeia de suprimentos funcionar

O MHI é a maior associação do pais em movimentação de materiais, logística e cadeia de suprimentos. O MHI atende seus associados, clientes de associados e ao setor como um todo com programas de instrução, rede de contatos e apresentação de fornecedores através de sua programação e eventos.

O MHI em relance

  • 800 associados, entre eles: companhias de movimentação de materiais e equipamentos de logística; fabricantes de sistemas e software; consultores; integradores de sistemas e simuladores; provedores de logística independentes; e editores.
  • 19 grupos de trabalho do MHI representam os provedores líderes em diversas categorias de equipamentos e soluções de sistemas.
  • Patrocinador dos eventos setoriais líderes ProMat e MODEX.
  • O MHI oferece oportunidades de instrução, desenvolvimento de negócios, aumento de rede de contatos e apresentação de fornecedores.

História do MHI

O Material Handling Institute foi fundado em 1945 com o objetivo de atender seus membros e promover o setor como um todo. Em 1948, o MHI criou a Exposição Nacional de Movimentação de Materiais, em inglês, National Material Handling Show, que posteriormente recebeu o nome de ProMat. A exposição cresceu e tornou-se a marca registrada do MHI.

Além disso, nos primeiros anos, foram formadas seções ou grupos internos de associados ou entidades dentro do MHI para melhor representar setores produtivos específicos (por exemplo: caminhões industriais, guindastes, guinchos, monotrilhos, estantes e prateleiras, equipamentos para docas de carga/descarga, equipamentos de içamento e transportadores). Esses grupos ainda prestam serviços ao setor.

No final da década de 1980, a associação seguiu um caminho corajoso e empolgante para progredir – mudou-se de Pittsburgh na Pensilvânia para Charlotte na Carolina do Norte, e mudou o seu nome para Indústria da Movimentação de Materiais da América ou, em inglês, Material Handling Industry of America (MHIA).

O tamanho da entidade com uma exposição de nível internacional exigiu mudanças na estrutura administrativa para tratar eficientemente das responsabilidades técnicas, de marketing, de instrução, jurídicas e fiduciárias – uma estrutura de entidade setorial sem paralelo. Junto com essas mudanças, o número de associados que era de algumas centenas de companhias triplicou quase que da noite para o dia.

Como é o caso na maioria dos setores, a indústria de movimentação de materiais é dinâmica, com muitos avanços tecnológicos e as necessidades devidas a um mercado em constante mudança. Ainda que os equipamentos tradicionais continuam sendo a base da movimentação de materiais na cadeia de suprimentos, o setor agora lida também com armazenagem automatizada e sistemas de recuperação, veículos automáticos guiados, código de barras, tecnologia dirigida por radiofrequência, sistemas de transporte e classificação inteligentes, guindastes e monotrilhos inteligentes, robôs e técnicas de embalagem industriais mais sofisticadas.

Conforme o setor muda, o MHI também muda. Devido às menores dimensões de uma nova economia global, onde o fornecimento não tem empecilhos ou barreiras, o MHI ampliou o seu foco. O MHI voltou a usar seu apelido original de MHI e lançou uma nova exposição em 2012, a MODEX, para integrar ainda mais uma cadeia de suprimentos cada vez maior. A ProMat (realizada em Chicago, Illinois, em anos ímpares) alterna-se com a MODEX (realizada em Atlanta, Georgia, em anos pares).

Apesar de nosso crescimento e mudanças, o MHI continua tentando encontrar soluções e respostas para o setor que faz a cadeia de suprimentos funcionar.

Definição de movimentação de materiais e logística

A movimentação, proteção, armazenagem e controle de materiais e produtos durante o seu processo de industrialização, distribuição, consumo e descarte. Esse processo envolve uma ampla gama de equipamentos e sistemas que ajudam na previsão, alocação de recursos, planejamento da produção, administração de fluxo e processos, controle de estoque, entrega ao cliente, atendimento e assistência pós-venda e uma série de outras atividades e processos básicos comerciais. Entre as soluções encontram-se técnicas sofisticadas que agilizam o fluxo de informações, incluindo sistemas de rastreamento por satélite e RFID, e a transmissão eletrônica de informações de pedido e transporte. Essas inovações combinadas com os sistemas e equipamentos tradicionais da movimentação de materiais e logística são as soluções que fazem o setor industrial e a cadeia de suprimentos funcionar.

O comércio e o fluxo de materiais que o sustêm estão reemergindo mais fortes que nunca. De acordo com dados recentes do Ministério do Comércio dos EUA e com o Escritório de Estatísticas do Trabalho, a movimentação de materiais e logística é um dos setores de maior e mais rápido crescimento dos EUA. Na verdade, é um megassetor – o consumo de equipamentos e sistemas de movimentação de materiais e logística nos EUA excede US$156 bilhões ao ano e os produtores empregam mais de 700.000 trabalhadores.